PT
Save To Shortlist
New Model Range Pre-Owned explore meet us

488 Spider

Powerful performance and effortless driving

Performance e uma condução sem esforço para uma diversão máxima

A Ferrari anuncia o lançamento do 488 Spider, o seu mais potente V8 com motor central recuado, que apresenta o patenteado retractable hard top bem como o mais alto nível de inovação tecnológica com design de ponta.

A Ferrari foi o primeiro fabricante a introduzir o RHT (Retractable Hard Top) num carro com esta arquitectura particular. Desta forma, esta solução garante menor peso (-25 kg) e melhor conforto do cockpit em comparação com o clássico soft-top de tecido. Assim como todas as versões spider anteriores dos modelos da Ferrari, este é um carro destinado directamente aos clientes que procuram o prazer de conduzir ao ar livre num carro desportivo de alto desempenho com um inconfundível som do motor Ferrari.

Todas as áreas do carro foram desenhadas de forma a estabelecer novos padrões tecnológicos ao sector: do chassis e do bodyshell de alumínio ao novo V8 turbo-alimentado, uma aerodinâmica que concilia a necessidade de uma maior downforce com um arrasto reduzido bem como um fluxo de ar específico da cabine que é necessário para um carro descapotável, e dinâmicas do veículo que o tornam rápido, ágil e instantaneamente responsivo.

Check the availability for the 488 Spider in Lisboa

Search Now
  • Type 90° V8, turbo-charged, dry sump
  • Overall displacement 3902 cc (238.1 cu. in)
  • Bore and stroke 86.5 x 83 mm (3.4 x 3.3 in)
  • Max. power output* 492 kW (670 cv) at 8000 rpm
  • Max. torque* 760 Nm at 3000 rpm in VII gear
  • Specific output 172 cv/l (2.07 kW/cu. in)
  • Compression ratio 9.4:1
* With 98 octane fuel
  • Length 4568 mm (179.8 in)
  • Width 1952 mm (76.9 in)
  • Height 1211 mm (47.7 in)
  • Wheelbase 2650 mm (104.3 in)
  • Dry weight** 1420 kg (3131 lb)
  • Weight distribution 41.5% front – 58.5% rear
** With optional equipment
  • Max. speed > 325 km/h
  • 0-100 km/h 3.0 sec
  • Fuel consumption - Low 21 l/100km
  • Fuel consumption - Mid 11,7 l/100km
  • Fuel consumption - High 10,9 l/100km
  • Fuel consumption - Extra High 12,4 l/100km
  • Fuel consumption - Combined 12,9 l/100km
  • CO2 Emissions - Low 478 g/km
  • CO2 Emissions - Mid 266 g/km
  • CO2 Emissions - High 247 g/km
  • CO2 Emissions - Extra High 282 g/km
  • CO2 Emissions - Combined 294 g/km
*** The values of fuel consumptions and CO2 emissions shown were determined according to the European Regulation (EC) 715/2007 in the version applicable at the time of type approval. The fuel consumption and CO2 emission figures refer to the WLTP cycle.

Consumo em ciclo urbano*: 16,6 l/100km

Consumo de ciclo extra-urbano*: 8,4 l/100km

Consumo de ciclo combinado*: 11,4 l/100km

Emissões de CO2*: 260 g/km

*Com configuração do standard HELE

O coração do 488 Spider

De baixo da tampa do motor está o V8 turbo-alimentado de 3902 cc que estreou há poucos meses no 488 GTB. Os seus níveis de desempenho são nada menos que extraordinários: uma potência máxima de 670 CV combinada com um torque máximo de 760 Nm a 3000 rpm que leva o 488 Spider a um sprint dos 0 aos 100 km/h em 3 segundos e dos 0 aos 200 km/h em 8,7 segundos. É também um motor excepcionalmente eficiente, uma vez que não é apenas 100 CV mais potente que o anterior V8, como também tem menos emissões de CO2.

O motor V8 tem um caráter único, oferecendo níveis crescentes de potência em toda a faixa de rotação e eliminando completamente o tradicional turbo lag com um tempo de resposta de apenas 0,8 segundos. Tal não se deve apenas aos seus componentes, como os turbos, mas também a um sofisticado processo de produção que só é possível graças às instalações de ponta em Maranello, que são partilhadas com a Scuderia de forma a promover a transferência das tecnologias de racing para os carros.

Em sintonia com a tradição da Ferrari, este modelo tem o seu próprio som absolutamente distinto, criado usando soluções como escapes mais longos, com um comprimento de tubo igual e com um crankshaft plano. Foi também reforçado por um estudo aprofundado de harmónica e tonalidade em diferentes velocidades do motor.

O som é sedutor mas nunca invasivo quando o topo é atingido, com um volume e clareza que vai aumentando à medida que o motor responde instantaneamente ao pedal do acelerador e aumenta a aceleração, reforçando a sensação de uma performance excepcional.

Esculpido pelo vento

Este é também o Ferrari spider mais aerodinamicamente eficiente já construído, graças a uma série de soluções aerodinâmicas complexas projectadas para garantir a força descendente optimizada ao mesmo tempo que reduz o arrasto, dois objetivos normalmente mutuamente exclusivos. Os engenheiros de Maranello conseguiram alcançar os dois objetivos em simultâneo e introduzindo vários dispositivos inovadores, incluindo um spoiler insuflado e uma parte inferior aerodinâmica incorporando vortex generators.

Os estudos de fluxo de ar tiveram também em conta factores relacionados com o conforto do carro. O vidro eléctrico traseiro pode ser ajustado para uma de três posições de forma a garantir o máximo conforto quando a o carro se encontra sem capota. A total redução do vento permite que os ocupantes aproveitem o som do motor, independentemente do clima ou das condições de condução.

Forma e função esculpidas em alumínio

Desenhado com base no conceito do retractable hard top, o 488 Spider possui um chassis de estrutura espacial feito de 11 ligas diferentes de alumínio combinadas com outros metais nobres, como o magnésio, cada um usado de uma maneira altamente específica. Tal produz os mesmos valores de rigidez de torção e dureza que o coupé, melhorando o desempenho do chassis em 23% em relação ao seu antecessor. Um resultado extraordinário, dado que o teto é estrutural, que só é possível graças à experiência do centro de excelência da Scaglietti que projecta os chassis e carrocerias de alumínio da Ferrari.

O RHT dobra-se para trás em duas seções sobrepostas de forma a repousar numa solução bastante compacta. O mecanismo é excepcionalmente suave e leva apenas 14 segundos para a parte superior se retrair ou implantar totalmente.

Trabalhar com alumínio é importante não apenas em termos funcionais, mas também porque, por tradição, exige que cada detalhe seja tratado de forma escultórica para expressar a excelência técnica do projeto por meio da sua beleza.

Os exemplos são o formato do apoio cabeça até a traseira do veículo que servem para canalizar os fluxos de ar para a tampa do motor, que com as suas estruturas e as entradas de ar com grades de malha esculpidas dão a esta área do carro uma sensação de incrível dinamismo. Para obter este resultado, o Styling Centre da Ferrari reformulou a estética por completo face ao 488 GTB.

Velocidade e controlo

A introdução de um sofisticado simulador, semelhante ao utilizado pela Fórmula 1 Scuderia, permitiu que o factor humano influenciasse a criação do carro desde as suas primeiras fases, dando aos engenheiros um feedback instantâneo dos test-drivers muito antes do primeiro protótipo do 488 estar construído. Para tornar seu comportamento dinâmico ainda mais envolvente, a equipa de desenvolvimento aprimorou a configuração mecânica do carro em conjunto com seus sistemas electrónicos que estão agora totalmente integrados no SSC2 Side Slip Angle Control System, que resultou numa aceleração 12% mais rápida nas curvas que o 458 Spider.

Em geral, os tempos de resposta são 9% mais rápidos do que os do Spider anterior, sem estar comprometido em termos de conforto. O design do carro foi adaptado de forma a atender de uma maneira eficiente as necessidades típicas de condução e uso em open-top. Na verdade, o comportamento dinâmico do Spider não requer esforço mesmo em rotas mais desafiadoras.

É incrivelmente fácil de conduzir no limite graças ao seu manuseamento perfeito, mesmo nas estradas mais exigentes.

Peça mais informações acerca do Ferrari 488 Spider

Enquire
Search Pre-Owned Contact Us